Vale a pena morar na Itália? Conheça as desvantagens!

À primeira vista, perguntar se vale a pena morar na Itália pode parecer totalmente sem sentido. Afinal, quem não gostaria de deixar tudo para trás e viver no país que concentra uma das mais ricas culturas do mundo, uma gastronomia maravilhosa e paisagens belíssimas do mar até a montanha?


Quem planeja tentar uma vida nova, não pode pensar com a mesma lógica de um turista que passa alguns dias ou semanas. Existem diversos fatores e questões práticas a serem consideradas quando o assunto é uma mudança tão importante, seja temporária ou definitiva.

Neste post, não buscamos uma conclusão definitiva a ser seguida ao pé da letra. Nosso propósito principal é trazer os prós e contras (sim, eles existem) para ajudar você a tomar a melhor decisão. Sua visão de mundo, objetivos e experiências pessoais contam muito. Confira este post!


A lista de pontos positivos é enorme (fizemos um post sobre elas aqui em nosso blog), mas como a ideia é trazer os contras, destacamos alguns fatores que podem interferir na sua escolha.


Economia do país


O PIB da Itália teve queda de 8,9% em 2020 por causa da pandemia, a maior da série histórica e a dívida pública chegou a 155,6% do PIB, contra 134,6% do PIB no fim de 2019.

O PIB é um dos principais indicadores do potencial da economia de um país. Ele revela o valor de toda a riqueza produzida em um ano. Isso inclui do pão até os apartamentos de luxo.

A taxa negativa do PIB é indicador de que a economia está em baixa, podendo elevar desemprego e diminuir a renda média da população.


Burocracia na Itália


Às vezes, a Itália pode ser tanto quanto ou até mais burocrática que o Brasil. Assinar vários papeis, ir atrás dos carimbos, passar por diversos guichês e apresentar muitos documentos estão na rotina da população.

Principalmente se a questão envolver órgãos públicos. Quem vai reconhecer cidadania italiana, alugar um apartamento na Itália ou foi contratado por alguma empresa certamente conhecerá a burocracia de perto.


Custo de vida elevado na Itália


Nas cidades ao norte do país, como Milão, o custo de vida pode ser mais elevado. Em geral, mesmo para quem procura morar em outras regiões, os valores serão em euro, cuja cotação já chegou a quase R$6,31 no Brasil. Em outras palavras: se você pretende vir morar na Itália irá desembolsar uma verba alta neste início. Supondo que venha com 10 mil euros, em reais isso se torna R$ 63.100 (vide cotação do dia).


Não falar o idioma italiano


O novo idioma é uma vantagem, como já comentamos no outro post, mas também é um fator que pode atrapalhar. É preciso pelo menos um ano de dedicação para aprender bem o italiano, o que é fundamental para se comunicar e ter mais oportunidades de emprego no país.


Aceitação dos estrangeiros na Itália


As ondas de imigrantes que chegam ao continente têm feito os países reverem suas políticas sociais e de fronteiras. Não há como negar o fato de que a Europa esta mais intolerantes com os estrangeiros em geral. Infelizmente, muitas vezes, os imigrantes são associados à crise econômica ou a eventuais aumentos na criminalidade, o que não corresponde à realidade. Quem vem de fora precisa estar preparado para enfrentar eventuais demonstrações de preconceito.


Saudade do Brasil, da família e dos amigos


Por mais que a cultura italiana tenha vários pontos em comum com a nossa, estar em outro país e não poder estar sempre com os familiares e amigos é algo que pode pesar na hora de decidir por esta mudança. Lembre-se que por exemplo: se um parente falecer no Brasil, não da simplesmente para largar tudo, comprar passagens e ir para o Brasil enterrar. Estamos distantes, é uma viagem cansativa e dificilmente seu emprego lhe dará dias pra viver este luto. É algo que você precisa administrar sozinho(a).


Começar do zero na Itália e Europa


Imagine chegar na Itália com apenas duas malas de 23 quilos e ter que procurar uma casa, um trabalho e buscar fazer novos amigos e criar uma nova rotina em país diferente. É um dos maiores desafios e quem tem toda essa coragem está de parabéns. Inclusive, esta é a história da maioria dos conterrâneos que aqui vivem hoje!


Minha opinião sobre morar na Itália:


Depois de apontar quais são as vantagens (post do mês passado) e desvantagens (este post) de morar na Itália, é a hora de dizer se vale a pena ou não morar na Itália. Para mim (Luciano, CEO do Portal Brasil) vale muito a pena, pois saí do Brasil em busca de mais qualidade de vida e segurança. E tenho na Itália exatamente o que eu buscava: paz e tranquilidade para ver a minha filha crescer com liberdade e acesso a saúde e ensino de qualidade.


Se você pensa em deixar o Brasil em busca de qualidade de vida, com certeza, valerá a pena se mudar para a Itália. Sempre tendo em mente que esta é uma escolha muito pessoal. Se este é o seu sonho, não desista!




27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo